Por Assessoria Stra Medical

No verão, além das altas temperaturas dificultarem a chegada do sono, os dias mais longos alteram a liberação de melatonina (hormônio provedor da sonolência). Une-se a isso o fato de que muitas pessoas tiram férias neste período, e acabam dormindo e acordando em horários que não são os de costume, desequilibrando o relógio biológico. Para sofrer menos com os efeitos do calor e do verão sobre seu sono reunimos algumas dicas¹ e dividimos em três postagens.

4. Deitar com o quarto escuro.
A melatonina, hormônio responsável por prover a sonolência no organismo, só é produzida quando ‘anoitece’, ou quando há ausência de luz. Por isso, é indicado que o quarto esteja totalmente escuro, com as luzes apagadas e janelas fechadas.

5. Hidrate-se: consuma bastante água.
O ser humano é composto em sua maioria, de água. Hidratar-se é uma tarefa diária e deve ser feita em todas as estações, mas no verão em especial o corpo perde mais líquido por conta da transpiração mais recorrente. Por isso, o ideal é que no verão seja consumida mais água que o de costume. O mínimo diário indicado para a ingestão de água é de 2 litros. Para evitar o despertar para idas ao banheiro durante a noite, o ideal é que o consumo de água fique concentrado nos períodos da manhã e tarde e para não acordar durante a noite para ir ao banheiro uma dica é evitar o consumo excessivo de água depois das 20h.

6. Leveza na janta.
Recomenda-se que a última refeição antes de deitar-se seja feita de preferência até duas horas antes de ir para a cama. Dê preferência aos alimentos mais leves, como frutas, iogurtes, sucos, saladas e carnes brancas, em pequenas quantidades. A digestão é um processo que ocupa muita energia, quando comemos em grande quantidade antes de dormir, o sono tende a ficar agitado e o indivíduo acaba não descansando com qualidade.

Aliar essas dicas ao uso do Dilatador Nasal Flux Air é ter a certeza de ter uma noite de sono tranquila e de qualidade.

Saiba mais sobre o Flux Air aqui.

¹ Fonte: https://goo.gl/GnrLEx