Chegado no último dia 20 de março, o outono é caracterizado pela queda das altas temperaturas e pela ocorrência de dias chuvosos. As temperaturas mais baixas e o tempo úmido são características que costumam provocar doenças respiratórias, segundo explica o otorrinolaringologista do Hospital CEMA, Cícero Matsuyama. De acordo com a ABORL (Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial), o índice de doenças respiratórias aumenta em 40% nesta época do ano.¹

Pessoas que sofrem com sinusites, bronquites e renites costumam ficar ainda mais suscetíveis a crises alérgicas.  Segundo o médico, quem já sabe que é portador dessas condições deve ficar atento ao aparecimento ou agravamento de sintomas e tomar algumas precauções.

Algumas dicas para não deixar o outono tirar o seu sono:

– Ambientes arejados e iluminados, sem uso de tapetes, cortinas, carpetes e bichos de pelúcia.

– Quando for fazer a faxina, usar panos úmidos com produtos específicos para tirar a poeira.

– Evite aglomerações de pessoas em ambientes fechados, sempre deixe uma janela aberta. Isso evita que todos no ambiente respirem o mesmo ar contaminado.

– Tenha sempre álcool gel à mão, e em dias que não se puder evitar a utilização de espaços coletivos como ônibus, se puder, faça uso de máscaras.

– Nos dias em que a umidade relativa do ar estiver menor que 60%, o ideal é fazer inalação e limpeza nasal com soro fisiológico;

Além de seguir essas dicas para combater os sintomas das doenças respiratórias da estação, os médicos também recomendam o uso de Flux Air.
Respire mais facilmente usando o dilatador nasal interno mais eficaz do mercado, sem sofrer os efeitos colaterais do isso de medicamentos. Respire de verdade com Flux Air.
Descubra uma farmácia perto de você AQUI.
Não encontrou? Compre online AQUI e receba em casa. O frete é grátis!

¹https://noticias.r7.com/saude/fotos/outono-aumenta-40-doencas-respiratorias-saiba-como-se-prevenir-24032017