Segundo estudo britânico¹, o consumo frequente de álcool pode estar relacionado com problemas de apneia do sono, episódios de ronco e insônia. Apesar de encurtar o tempo do primeiro cochilo e adiantar o sono profundo, o consumo de álcool antes de dormir pode anular o período no qual descansamos mais, aquele onde ocorrem os sonhos.

Irshaad Ebrahim, diretor-médico do Centro do Sono de Londres, e sua equipe analisaram inúmeros estudos sobre a relação do álcool e o sono e chegaram à conclusão que a bebida altera o sono de três formas: acelerando o início do sono, adiantando o sono profundo, o que não é algo ruim. Porém a terceira alteração é bastante prejudicial, pois fragmenta os padrões de sono na segunda metade da noite, onde ocorre o descanso e a renovação celular. E, além disto, o álcool pode causar ronco por suprimir a respiração. Ou seja, por mais que você não ronque se consumir bebidas alcoólicas antes de dormir pode se tornar uma pessoa que ronca, e se isso ocorrer com frequência, pode até mesmo desenvolver uma apneia, explica Ebrahim.

Fora esses fatores, beber em excesso pode causar a famosa ‘ressaca’ que traz consigo dores de cabeça, problemas gástricos e desidratação.

Para garantir noites de sono tranquilas e reparadoras, adotar bons hábitos é fundamental.

O Dilatador Nasal Flux Air ajuda a respirar melhor, evitando o ronco e fazendo com que você tenha uma noite de sono tranquila e preparando você para o próximo dia.

Aliando o uso de Flux Air a hábitos saudáveis você desfrutará de dias e noites de muita qualidade de vida!

Acesse fluxair.com.br e saiba mais sobre nosso produto.

1: Bebidas alcoólicas prejudicam ciclos do sono, diz estudo – https://goo.gl/ZQWkjA